domingo, 11 de setembro de 2011

SE NÃO HOUVER O AMANHÃ - MENSAGEM DE 11 DE SETEMBRO DE 2001




Lembro que há 10 anos atrás, recebi por e-mail essa mensagem e me deixou com o coração miudinho... triste, dizem que foi colocado no mural de comunicação interna da United Airlines, um dia após o atentado terrorista, ao World Trade Center pelo marido de uma das aeromoças mortas.

Ele não é útil somente a situações trágicas que podem ocorrer a qualquer um de nós, mas para lembrarmos da importâncias das pessoas que percorrem esse caminho chamado "vida" ao nosso lado (presencialmente e até virtualmente!)

Vou transcrevê-la, sei que muitos a conhecem, mas nunca é demais lembrar dos amigos(as)

"Se eu soubesse que essa seria a última vez que eu veria você dormir, eu aconchegaria você mais apertado. E rogaria ao senhor que protegesse você.

Se eu soubesse que essa seria a última vez que veria você sair pela porta, eu abraçaria, beijaria você, e chamaria de volta para abraçar e beijar uma vez mais.

Se eu soubesse que essa seria a última vez que ouviria sua voz em oração, eu filmaria cada gesto, cada palavra sua, para que eu pudesse ver e ouvir de novo, dia após dia.

Se eu soubesse que essa seria a última vez, eu gastaria um minuto extra ou dois, para parar e dizer: EU TE AMO. Ao invés de assumir que você já sabe disso.

Se eu soubesse que essa seria a última vez, eu estaria ao seu lado, partilhando do seu dia, ao invés de pensar: "Bem, tenho certeza que outras oportunidades virão, então eu posso deixar passar esse dia."

É claro que haverá um amanhã para se fazer uma revisão, e nós teremos uma segunda chance para fazer as coisas de maneira correta.

É claro que haverá outro dia para dizermos um para o outro: "EU TE AMO".

E certamente haverá uma nova chance de dizermos um para o outro: "Posso te ajudar em alguma coisa?"

Mas no caso de eu estar errado, e hoje ser o último dia que temos, eu gostaria de dizer O QUANTO EU AMO VOCÊ!

E espero que nunca esqueçamos disso.

O dia de amanhã não esta prometido para ninguém, jovem ou velho, e hoje pode ser sua última chance de segurar bem apertado a mão da pessoa que você ama.

Se você está esperando pelo amanhã, porque não fazer hoje?

Porque se o amanhã não vier, você com certeza se arrependerá pelo resto de sua vida de não ter gasto aquele tempo extra num sorriso, num abraço, num beijo, porque você estava muito ocupado para dar para aquela pessoa, aquilo que acabou sendo o último desejo que ela queria.

Então, abrace seu amado, a sua amada HOJE. Bem apertado.

Sussurre nos seus ouvidos, dizendo o quanto o ama e o quanto o quer junto de você.

Gaste um tempo para dizer: "Me desculpe" "Por favor" "Me perdoe" "Obrigado", ou ainda: “Não foi nada" “Está tudo bem". Porque, se o amanhã jamais chegar, você não terá que se arrepender pelo dia de hoje.

Pois o passado não volta, e o futuro talvez não chegue..."


O que vc estava fazendo dia 11 de setembro de 2001?

7 comentários fofos:

SHEILA postou o comentário número:

Paty, muito lindo e é isso mesmo, não sabemos o dia de amanhã, então temos que fazer hoje e fazer o que gostamos, que desejamos.
Obrigada por compartilhar.
Bjs e bom final de tarde.
Sheila

Sheila Oliveira postou o comentário número:

uau...q linda mensagem... eu perdi alguém especial(meu pai), e a saudade doi demais...
Agora respondendo a pergunta, dia 11/9/01, estava trabalhando e a funcionária da informatica(a unica q tinha acesso a internet na empresa) veio dizendo a todos q um avião tinha batido em um prédio nos EUA, na hora do almoço conseguiram ligar a tv (q pegava mais ou menos) na sala de reuniões e vimos nos noticiários sobre o acontecido, foi um choque geral... bjks da Sheila

Tatá postou o comentário número:

Vi aquele especial sobre o 11 de setembro no Fantástico e fiquei muito comovida com a história dos pilotos do avião que foi pousado antes de atingir seu objetivo. Triste para a família, que teve uma despedida tão traumática. Triste para a tripulação, que teve a difícil missão de morrer por um objetivo maior.

Thati Dias postou o comentário número:

Paty, esse texto é maravilhoso e nos lembra de amar e expressar esse amor!
Precisamos realmente colocar em prática tudo isso e assim fazer nossos dias mais lindos e felizes.
Beijo, Thati

Ana do Chá e Viagens postou o comentário número:

Oi Paty
essa mensagem é linda e para se refletir muito.

Bjos com carinho, uma semana abençoada á todas nós.
Ana - www.anaeguto.blogspot.com

Katia Bonfadini postou o comentário número:

Paty, tô aqui chorando... que mensagem comovente. E é a mais pura verdade. Eu me sinto super mal quando discuto, mesmo que de leve, com meu marido ou meus pais. Quero logo fazer as pazes e fico com um nó na garganta até que isso aconteça! Eu lembro exatamente onde estava nesse dia. Eu trabalhava no centro da cidade em um escritório de design. Minha irmã do meio morava em Washington DC e meus pais estavam fazendo uma visita. Eles iriam visitar o Pentágono naquele mesmo dia!!!!!! Por sorte, eles preferiram dar uma caminhada primeiro, ouviram sons de bombeiros, helicópteros e acharam que algo de estranho estava acontecendo. Voltaram pra casa da minha irmã, ligaram a TV e souberam do que se tratava. Eu, meus avós e minha outra irmã ficamos um tempo sem saber deles e nos sentimos aliviados quando nos falamos ao telefone!!!!!!! Lembro que eu tremia, parecia cena de filme... Foi muito triste.

Um grande beijo!

Katia Bonfadini postou o comentário número:

Paty, tô aqui chorando... que mensagem comovente. E é a mais pura verdade. Eu me sinto super mal quando discuto, mesmo que de leve, com meu marido ou meus pais. Quero logo fazer as pazes e fico com um nó na garganta até que isso aconteça! Eu lembro exatamente onde estava nesse dia. Eu trabalhava no centro da cidade em um escritório de design. Minha irmã do meio morava em Washington DC e meus pais estavam fazendo uma visita. Eles iriam visitar o Pentágono naquele mesmo dia!!!!!! Por sorte, eles preferiram dar uma caminhada primeiro, ouviram sons de bombeiros, helicópteros e acharam que algo de estranho estava acontecendo. Voltaram pra casa da minha irmã, ligaram a TV e souberam do que se tratava. Eu, meus avós e minha outra irmã ficamos um tempo sem saber deles e nos sentimos aliviados quando nos falamos ao telefone!!!!!!! Lembro que eu tremia, parecia cena de filme... Foi muito triste.

Um grande beijo!